Viver ou Existir? Qual o sentido da sua existência? - Universo Vibracional
1482
post-template-default,single,single-post,postid-1482,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,footer_responsive_adv,columns-3,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Viver ou Existir? Qual o sentido da sua existência?

Se existe algo que não volta é o tempo.

E ele passa da mesma forma para o rico e para o pobre.

Com quem você tem gastado seu tempo? Ou com o que?

Existir, uma vez que você nasceu, não tem opção. Mas, viver, ah sim, viver tem opção.

Viver tem a ver com intensidade, tem a ver com a direção que você toma, ou não toma, diante da vida.

Tem a ver com o sentido, que você dará à sua existência, uma vez que é inevitável, visto que você está aqui.

Diante disto, temos sempre dois caminhos. A eterna dualidade entre o bem e o mal. Felizmente ou infelizmente, é você quem escolhe, nossa existência tem que ser compreendida e vivenciada através dos contrastes: perdas e ganhos, frio e calor, escuridão e claridade, amor e ódio!

Quando comecei a estudar no ginásio me lembro que me ensinaram (Arthur Jensen, 1969) que a genética é que modulava a vida do indivíduo, sendo que 80% vinha da condição genética e 20% o meio que o transformava.  Já na faculdade de farmácia, Matt Ridley, 2002, demonstrou que o meio e a hereditariedade – a genética, pesavam os mesmos 50%.

Atualmente, há várias pesquisas em andamento com dados não conclusivos, mas todas apontam para entre 70 à 80% que é o meio que faz o indivíduo e 30 à 20%, a própria condição genética.

Ou seja você é o que escolhe ser. Você é o que come, o que bebe, o que sente, o que pensa e o mais interessante…… O QUE ACREDITA SER VERDADE sobre a sua pessoa.

Trocando em miúdos:  Você tem o PODER de CONTROLAR quem você se TORNA. Sua vida não é culpa nem responsabilidade do outro, a menos que você tenha ligado o botão “piloto automático” de simplesmente existir.

Tudo ao seu redor pode ser moldado através das relações humanas que você mais convive.

Jim Rohn demostrou que você é a média das 5 pessoas com quem você mais convive. Isso significa que os pensamentos das pessoas ao seu redor influenciam diretamente a forma como você pensa e/ou age.

Ditado antigo este, “Dize-me com que andas e te direi que és”.  Sendo assim, quer mudar de vida? …. faça coisas novas com pessoas novas, permita-se…. Saia da zona de conforto.  Arrisque-se em uma nova empreitada, academia, trabalho, mude a alimentação, tenha um hobby, um animal de estimação, faça novas conexões…. Mude e amplie seus amigos!

Se tem algo que faz todo o sentido para mim é o que Einstein dizia com muita propriedade, “que insanidade é fazer tudo igual e esperar resultados diferentes”. Os maiores inimigos do sucesso em qualquer área são a autossabotagem e a procrastinação que escondem as nossas crenças pra não trabalharmos nem evoluirmos. É mais fácil negar que o “novo” não funciona do que admitir que precisa arrumar tempo ou dinheiro para estudá-lo e/ou compreendê-lo antes de descartá-lo.

Não deixe para fazer amanhã o que você pode fazer hoje.

Agora, se você se encontra em um mundo de pensamentos negativos ou se sente perdido e não sabe por onde começar, permita-me mostrar um caminho.

Conheça a Terapia Vibracional, À DISTÂNCIA, com o Quantec.

Ela pode ajudar a transformar os padrões e crenças negativas que você possa ter de si mesmo, em padrões positivos, para você alcançar uma vida feliz, plena e próspera.

Dra. Bianca Enricone

 

2 Comments

Post A Comment